Pages

segunda-feira, 25 de abril de 2011

10.

Um animal

Livre nas montanhas

Vivendo atrás das pedras

Talvez isso mude, eu não sei

Mas eu nunca pude ver,

Uivos de solidão

Atravessam a noite por dentro da luz,

Bem mais perto vejo a vida

Livre nas montanhas

Um lugar de proteção

Longe de tudo e todos

Somente um riu que passa lá... Em baixo

Bem longe daqui

Leva tudo embora e forma as formas

Do caminho

Livre, um animal sobre as montanhas

E nunca foi assim

E nuca vai ser assim

O mundo oprime suas opiniões

O mundo guia seus passos

Mas qual seria o caminho?

Se fecho meus olhos, posso ver

Um lobo uivando

Ao luar

Nasceu com a liberdade

Nunca será domesticado

Um lobo em seu coração

Vejo um lobo em seus olhos

Procurando por liberdade,

Implorando a lua uma atenção

Sonhou,

Estar livre nas montanhas

Livre, com suas regras

E, que o mais forte sobreviva

Livre nas montanhas,

Só um riu, em baixo, faz seu caminho

E por mais que queiram lhe domesticar,

Não o farão, não conseguirão

Mudar a sua natureza

O seu desejo de viver livre,

Dependendo da própria sorte,

Lutando com força pra sobreviver à correnteza

Talvez matem seu coração

E não desistirão até o ver sangrar

E a vida que lhe foi tirada...

Selvagem, você é um selvagem,

Um lobo na montanha,

Cantando para lua

E que vença o mais forte.


A. C. Franz

2 comentários:

AnaPortilla disse...

Nossa , que lindo *-*
Adorei Ange!

VIRUS666 disse...

ollll muito bom ^^

Postar um comentário